Como registrar Óleo Bronzeador na Anvisa

Compartilhar: 

Com o verão chegando a procura por óleos bronzeadores aumentam para pegar aquela corzinha dourada e fazer bonito, da mesma forma, a busca para regularizar tais produtos junto a Anvisa também aumentam! Afinal esse é o melhor momento para implantar o produto no mercado! quer saber como registrar óleo bronzeador na Anvisa? Neste conteúdo vamos te explicar o passo a passo para este processo, então leia até o final para não perder nenhum detalhe e fazer o registro de óleo bronzeador de forma correta. 

Faça seu orçamento

O que é óleo bronzeador?

Óleo Bronzeador é um produto que deve ser aplicado diretamente sobre a pele. Este atua acelerando a produção de melanina quando em contato com o sol. O bronzeador em óleo é um pouco mais agressivo então são necessários alguns cuidados com a exposição ao sol, cuidando das questões dos melhores horários, quantidade aplicada e sempre utilizar protetor solar. Ao contrário do que se pensa o protetor solar não anula os efeitos do bronzeador, mas protege de queimaduras que causarão o descascamento posterior da pele.

O que eu preciso para registrar óleo bronzeador na Anvisa?

Para registrar óleo bronzeador na Anvisa primeiro é preciso regularizar a empresa. Para tal existe uma ordem de processos que devem ser seguidas.

O primeiro passo consiste na obtenção da licença de funcionamento, esse processo se passa na VISA – Vigilância Sanitária de seu município. Nessa parte do processo é realizado uma inspeção em seu estabelecimento para verificar as conformidades e não conformidades, nessa fase também são exigidos alguns documentos como AVCB - Auto de vistoria do corpo de bombeiros, LTA – Laudo Técnico de Avaliação e outros.

Ao final desse processo será emitido dois documentos, um deles será sua licença de funcionamento e o outro deverá ser anexado junto a documentação da próxima etapa. Quer saber mais sobre Licença de Funcionamento? Clique> Licença de Funcionamento.

O segundo processo é composto pela Autorização de Funcionamento. Esta diferente da primeira etapa é feita pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e se passa totalmente em Brasília. Nessa fase é realizado recolhimento de taxas, compilação de documentos e outros. Quer saber mais sobre Autorização de funcionamento? Clique> Autorização de Funcionamento.

Qual é a classificação de risco do óleo bronzeador?

Antes de registrar óleo bronzeador na Anvisa primeiro é preciso classificá-lo! A Anvisa classifica o óleo bronzeador como cosmético classe de risco II. Como o produto apresenta uma classificação de risco média não é obrigatório o Certificado de Boas Práticas de Fabricação, este é exigido para produtos com classificação de risco a partir de III.

O Certificado de Boas Práticas de Fabricação consiste em um conjunto de normas e regras que englobam todos os processos que envolvem o produto. 
quer saber mais sobre Certificado de Boas Práticas de Fabricação? Clique> Certificado de Boas Práticas de Fabricação.

Tudo certo, você já pode registrar óleo bronzeador na Anvisa

Depois do processo de regulação de empresa finalmente é possível registrar óleo bronzeador na Anvisa, nessa etapa serão apresentadas informações sobre o produto como: rotulagem, informações de uso, testes de eficácia e outros. Quer saber mais sobre registro de produto? Clique> Registro de produto.

A Stone Okamont Oferece consultoria regulatória dispondo de excelentes profissionais capacitados e atualizados na área para atendê-lo da melhor forma. Nós tornamos a burocracia simples de ser compreendida através do método burocracia Zero.

Preencha o formulário abaixo, fale com um de nossos profissionais e tire todas as suas dúvidas sobre como registrar óleo bronzeador na Anvisa.

 

Para saber como realizar o registro de óleos essensiais clique aqui.

A Stone Okamont também está no Youtube. Clique aqui e confira os principais assuntos relacionados a ANVISA e MAPA.

Redator
Gabriela Batman Carvalho
Digite
o que procura