Como registrar shampoo ou condicionador na Anvisa

Compartilhar: 

Hoje podemos dizer que o uso do Shampoo e do Condicionador faz parte da rotina de higiene pessoal de praticamente todas as pessoas.

 O mercado de cosméticos, produtos de higiene e etc, é muito grande, e existem inúmeras marcas de produtos para cabelo, e que é muito importante saber que antes desses produtos entrarem em circulação, eles passaram por um processo regulatório. 

E nosso trabalho é te ajudar a saber como registrar shampoo e condicionador junto a ANVISA.

Faça seu orçamento

 

Por que a ANVISA considera Shampoo ou Condicionador como produto de higiene?

A ANVISA considera produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes, como preparações que possuem substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, seja na pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dente e etc, e que tenha objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los em bom estado.

 

É preciso Licença de Funcionamento para registrar Shampoo ou Condicionador na ANVISA?

 

Toda empresa que irá regularizar um produto precisa ter a Licença de Funcionamento, obter essa licença é um dos primeiros passos para a regularização da sua empresa.

Entre no nosso canal do Youtube, e confira um vídeo exclusivo sobre esse assunto:

Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=jt9TZjb5YV4&t=6s

Essa Licença é fornecida através de uma vistoria realizada pela VISA, a Vigilância Sanitária Local, e se o estabelecimento estiver de acordo com o que é exigido, é emitido um relatório que comprova as condições técnicas e operacionais para a fabricação de Shampoo ou do Condicionador.

 

Preciso de AFE para registrar Shampoo ou Condicionador na ANVISA?

A AFE, Autorização de Funcionamento de Empresa, também é obrigatória para você poder registrar o shampoo ou condicionador na ANVISA.  

Tem todo um processo para adquirir a AFE, é necessário enviar o peticionamento para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, sendo que, após sua aprovação, é publicado no Diário Oficial da União a autorização.

E por que essa autorização é tão importante? Porque a AFE comprova que sua empresa está regularizada na ANVISA e atua de acordo com a legislação brasileira.

 

Qual a classe de risco do Shampoo e do Condicionador?

A ANVISA considera Shampoo e Condicionador dentro da categoria de Produtos de Higiene. E a sua classificação vai depender da composição do produto.

No caso de Shampoo e Condicionadores com composições básicas, são classificados como Classe de risco I. Isso significa que será necessário apenas uma notificação do produto. Mas o processo é tão importante quanto o de registro.

Agora, se seu produto se encaixa em algum desses:

- Shampoo anticaspa/antiqueda.

- Shampoo colorante.

- Condicionador anticaspa/antiqueda.

- Shampoo Infantil

- Condicionador infantil.

Significa que ele é classificado como Classe de Risco II, sendo assim necessário comprovação de segurança e/ou eficácia, bem como informações e cuidados, modo e restrições de uso e etc.

 

Como Registrar Shampoo ou Condicionador com Facilidade?

A Stone Okamont possui mais de trinta anos de experiência nos caminhos regulatórios da ANVISA, com uma expertise em registros de Shampoo e Condicionador. Com nosso método Burocracia Zero, te entregamos os melhores resultados de maneira rápida, fácil e econômica.

Entre em contato conosco, conheça nossas soluções eficientes e obtenha seu registro de Shampoo ou Condicionador na ANVISA! Clique aqui!

Redator
Kesia Avelar
Digite
o que procura