Como registrar tintura para cabelos na Anvisa ?

Compartilhar: 
Como registrar tintura para cabelos na Anvisa?

A prática de mudar a cor dos cabelos é muito comum atualmente, principalmente pelas mulheres que adoram inovar, pensando nisso desenvolvemos um blog para você que é fabricante destes produtos tão procurados. Lembrando que antes de vender o produto, deve registrá-lo antes, e se não tem ideia de como registrar coloração para cabelos na Anvisa, acompanhe alguns tópicos fundamentais para este processo.

De início abordaremos sobre a classificação de risco na Anvisa, a classificação da coloração para cabelos na Anvisa é de risco II. A partir deste ponto reuniremos as documentações que são exigidas para poder registrar tintura para cabelos na Anvisa.

Algumas consultorias procedem de forma antiética na hora de registrar coloração para cabelos na Anvisa, colocando na nomeação do produto a classificação de risco, exemplo: fazendo a notificação de um produto que é exigido registro por conta de sua classificação, porém a regularização não foi feita corretamente. Isso pode comprometer suas atividades e seus produtos em caso de uma fiscalização pelo uso indevido da rotulagem ou alteração da composição, diferente do que foi peticionado.

É importante dizer que nesse processo há necessidade de testes e laudos para registrar tintura para cabelos na Anvisa, caso não apresente seu processo pode ser indeferido. Eles servem para comprovar a segurança e eficácia do produto. Após a análise da documentação a Anvisa dispõe em diário oficial o número do registro.

É necessário entender que, para realizar o peticionamento de qualquer produto é obrigatório a regularização da empresa responsável por produzir e distribuir os produtos para então sim poder registrar coloração para cabelos na Anvisa.

 

Para isso, a Stone Okamont coloca-se à sua disposição para tirar as suas dúvidas. Clique no link abaixo e solicite seu orçamento!

 

FAÇA SEU ORÇAMENTO!

 

Qual a primeira etapa para registrar tintura para cabelos na Anvisa?

Na primeira etapa é necessário obter a Licença de Funcionamento da sua empresa junto a Visa.

Nessa fase é a parte mais criteriosa de todo o processo, exige também o manual de boas práticas.

A Licença Sanitária é emitida pela VISA (Vigilância Sanitária) local ou estadual, durante o peticionamento inicial, a fim de regularizar a empresa junto à ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).  Depois que sua empresa obter a Licença de Funcionamento, será necessário entrar com o peticionamento da AFE, pois ainda não dá para registrar tintura de cabelos na Anvisa.

 

Autorização de funcionamento empresa?

A Autorização de Funcionamento Empresa (AFE), é uma das etapas regulatórias de maior importância para o sucesso do seu negócio, e por este motivo, é necessário contar com apoio técnico especializado.

 

Por ser uma exigência da ANVISA, as empresas precisam, automaticamente, de uma Autorização de Funcionamento de Empresa (AFE) para seguir o atendimento na legalidade, ou seja, dentro das normas previstas por lei.

Este documento te permitirá exercer de fato o conjunto de suas atividades que foram peticionadas no início de sua licença de funcionamento, seja fabricar, importar, exportar ou distribuir.

De acordo com as atividades e áreas como, saneantes, medicamentos, produtos para saúde, cosméticos... você conseguirá fazer a regularização dos produtos para venda.

Neste caso sua AFE é para cosméticos para você poder registrar tintura para cabelos na Anvisa.

Registro de tintura para cabelos na Anvisa

Para cada modalidade de regularização, há um diferente processo a ser realizado junto à ANVISA. Notificação ou registro, são modalidades de regularização de produtos. Cada tipo de modalidade de regularização apresenta um diferente tempo de processo.

Os cosméticos são classificados em Grau de Risco 1 e 2. Em cosméticos de grau 1 são mais simples sendo estes notificados, enquanto os de classe II registrados possuem indicações específicas que necessitam de comprovação de segurança e eficácia, de informações sobre cuidados, modo e restrições de uso.

No caso da tintura para cabelos na Anvisa, eles são classificados normalmente como classe de risco II pois existe um processo químico envolvido e por ser desta classe não é todo produto ou componente químico que pode ser registrado, a ANVISA também determina uma lista positiva daquilo que pode ser feito dentro dos processos de coloração tais como alisamentos, como produtos que são voltados a tratamento capilar e outros produtos dentro desse sentido.

Aqui reuniremos as documentações exigidas e faremos o peticionamento. Neste momento é distribuído para área responsável e agora é só aguardar o deferimento da tintura para cabelos na Anvisa.

 

Como registrar tintura para cabelos na Anvisa com eficiência, agilidade e economia?

 

Nossa equipe tem especialistas em diversas áreas de atuação para melhor atendê-lo e assessorá-lo em todas as etapas e que o seu decorrer seja o mais rápido com menor custo.

Entre em contato conosco! Preencha o formulário abaixo, fale com um de nossos profissionais e tire todas as suas dúvidas sobre como registrar tintura para cabelos na Anvisa.

Na Stone Okamont a burocracia é zero!

Redator
Cleisla
Digite
o que procura